Guia do Hardware.Net
Impresso em: 1/1/2003, 22:15:49
Impresso de: http://www.guiadohardware.net/analises/coolers_avc/index.asp

Análises :. Coolers AVC

+ HOME
   :. Análises
   :. Artigos
   :. Cursos Online
       :. Hardware
       :. Redes
       :. Linux (foca)
       :. Gravação CDs
       :. Notebooks
       :. Setup
   :. Livros
      
:. Entendendo e
    Dominando o Linux 4.Ed
   :. Arquivo DDD
   :. Dicionário
   :. FAQ
   :. Notícias
   :. Dicas Linux
   :. Overclock
   :. Tutoriais

+ Publicações
   :. CD GDH
   :. CDs Mandrake
   :. CDs do Linux
   :. E-Books

+ Outros
   :. Fórum
   :. Humor
   :. Palm
   :. Quiz

+ Pesquisar no site:

+ Expediente

+ Doações

+ Comente esta
   Matéria

Dúvidas sobre
Linux?
Baixe o E-book
Entendendo e Dominando o Linux
de Carlos E. Morimoto
ou increva-se no
Curso de Linux
em SP


Invista em
conhecimento:
:.CD-ROM Guia do Hardware: Todos os e-books e uma cópia off-line de todo o site por R$ 21,00
:.Linux Mandrake 9.0 GDH, com manual em Português e aplicativos. 4 CDs por R$ 24,00
:. E-Books de Carlos E. Morimoto:
Manual de Hardware Completo 3ed.
Redes 3ed
Upgrade e Manutenção
Novas tecnologias 3Ed
Entendendo e Dominando o Linux
Dicionário Técnico de Informática. R$ 8,00

:. CDs do Linux:
Slackware 8.1 R$ 8,00
Red Hat 8.0 R$ 16,00
DemoLinux 3.0 R$ 8,00
Knoppix R$ 8,00
Peanut 9.1 R$ 8,00
FreeBSD 4.5 R$ 20,00
NetBSD 4.5 R$ 16,00
Libranet R$ 8,00
Debian 3.0 R$ 35,00
Definity R$ 8,00
E outros...

 

Dicas do dia : Receba as atualizações do Guia do Hardware todos os dias, direto no seu e-mail. Clique aqui para se inscrever.
 

Data: 25.05.2001
Tipo: Coolers
Por: Carlos E. Morimoto
Contato:

 

 Coolers AVC

A AVC é uma compania Tailandesa especializada em coolers, já bem conhecida lá fora, mas que está dando seus primeiros passos no mercado nacional

Ao contrário do que existe nos EUA e em alguns outros países, não temos por aqui, uma cultura muito forte a respeito da necessidade do cooler. Muitas lojas de informática online sequer reservam uma sessão para coolers em seus catálogos, limitando-se a oferecer modelos "genéricos" em conjunto com os processadores. É até compreensível, afinal, a maioria dos PCs vendidos fazem parte da faixa abaixo de 2000 reais, onde nem sempre o dinheiro é suficiente sequer para incluir uma placa mãe de qualidade, quanto mais um cooler de 50 ou 80 reais. Para muitos isso é "coisa para quem faz overclock".

Como venho alertando em outros artigos, conforme evoluem, os processadores dissipam cada vez mais calor, exigindo coolers de melhor qualidade. Enquanto um 486 DX 33 funcionava usando um cooler simples qualquer, ou até mesmo sem cooler, dependendo da ventilação dentro do gabinete, um Athlon de 1.0 GHz poderia até mesmo se queimar com a experiência, ou então travar depois de poucos segundos.

Como se não bastasse os travamentos por conta das placas mãe de baixíssima qualidade presentes em algumas configurações, também são comuns os travamentos por superaquecimento, conseqüência do uso de coolers de baixa qualidade. 

Voltando ao tema inicial, recebi esta semana algumas amostras de coolers da AVC para análise. Como não conhecia a companhia, comecei visitando o http://www.avc.com.tw/, onde encontrei especificações sobre os modelos e informações sobre os certificados da compania. Pesquisando um pouco mais encontrei referência aos modelos da AVC e um modelo entre os primeiros colocados da análise publicada pelo Toms Hardware Guide: http://www.tomshardware.com/cpu/01q2/010521/index.html

Depois das referências, não faltava mais nada para colocar a mão na massa e escrever esta análise sobre os produtos que recebi, que por sinal é a primeira análise de coolers que publico no Guia do Hardware. Claro que a idéia é não parar por aqui :-) Pretendo publicar em breve uma nova análise de coolers, desta vez com mais participantes. Se você é o responsável pela distribuição de alguma marca ou modelo de cooler e gostaria de ver seu produto incluído nas próximas edições deste comparativo, entre em contato comigo:


:. As condições do teste foram as seguintes:

O processador escolhido foi um Celeron 366 soquete 370. Sem dúvida é um processador antigo, mas ele traz uma vantagem, justamente por usar uma arquitetura antiga ele, em overclock, dissipa uma quantidade muito grande de calor, outro motivo é que assim como o Pentium III, o Celeron é equipado com um diodo térmico, que permite medir a temperatura do processador com uma precisão maior que a dos sensores presentes na maioria das placas mãe, que ficam instalados sob o processador. Durante o teste, o Celeron foi overclocado para 550 MHz, juntamente com um aumento de 10% da voltagem, que foi para 2.2 V.

Celeron 366 @ 550MHZ (2.2 V, +- 35 W)



Nestas condições, este processador dissipa aproximadamente 35 Watts de calor, o que é bastante coisa, considerando que um Pentium III de 1.0 GHz dissipa apenas 26.1 Watts. Só para efeito de comparação, um Duron 900 dissipa 35.4 Watts e um Athlon Thunderbird de 1.0 GHz dissipa 48.7 Watts. Como vê, para os processadores AMD, a necessidade de um bom cooler é ainda maior.

A placa mãe utilizada foi uma Soyo 6VBA133, e a medição da temperatura foi feita utilizando o diodo térmico presente no processador, com a ajuda do HWDOCTOR fornecido pela Soyo, que permite monitorar a temperatura através do Windows.

Foram feitas duas medições. A primeira com o processador em repouso, sem nenhum programa aberto além do HWDOCTOR, e a segunda após 20 minutos rodando o CPU Burn, um utilitário que pode ser baixado na área de downloads do Guia do Hardware, que simula um aplicativo de uso intensivo do processador, mantendo-o em atividade máxima. Uso a CPU Burn a um bom tempo para testar a estabilidade das minhas máquinas, por isso o escolhi também para o teste. Uma máquina que mantenha a estabilidade rodando este programa, não travará em nenhuma outra circunstância, pelo menos devido à aquecimento do processador.

A temperatura ambiente durante o teste era de 19º C. Foi utilizada pasta térmica branca, comum, em todos os coolers.

 

:. Thermaltake Golden Orb

O Golden Orb é um cooler bem conhecido, por isso resolvi começar o teste por ele. Vale lembrar, que o Golden Orb é um modelo antigo da Thermaltake, nas próximas análises farei o possível para inclui um dos modelos mais recentes, um Chrome Orb, Super Orb ou ainda o badalado Vulcano II.

Os resultados foram os seguintes:

Temperatura em repouso: 24.5 º C
Após 20 min rodando o CPU Burn: 43.5º C


Considerando a dissipação térmica do processador usado, bem  maior que a de um Pentium III de 1.0 GHz por exemplo, o Golden Orb se saiu bem, mantendo uma temperatura apenas 24.5º superior à ambiente. Este cooler forneceria uma refrigeração adequada a processadores Celeron, Pentium III, Duron e Athlon de até 1.0 GHz Mas, possivelmente deixaria um pouco a desejar nos Athlon de maior clock.

Thermaltake Golden Orb


Preço aproximado: 25 Dólares


Os pontos fortes do Golden Orb, são o sistema de encaixe, um pouco inconvencional (você deve encaixar o cooler sobre o processador e gira-lo para que trave), mas bastante eficiente, e um nível de ruído bastante baixo. Em geral o exaustor da fonte faz mais barulho que ele. O ponto fraco é o preço relativamente alto.

 

:. AVC Mega-Cool  112AHO

Este é um dos modelos mais recentes da AVC. É indicado para os futuros processadores Pentium III Tualatin de até 2.0 GHz, mas pode ser utilizado também em processadores Pentium III, Celeron, Duron e Athlon. 

O dissipador segue um design um pouco diferente da maioria dos "concorrentes", possuindo barbatanas bem finas, que permitem uma dissipação de calor bem eficiente. O grampo usado para fixar o cooler oferece uma boa pressão, sendo necessário o uso de uma chave de fenda para instala-lo. O design do cooler é bastante conservador, ao contrário de muitos modelos que estão aparecendo no mercado, o que impressiona mesmo é a eficiência do cooler:

Temperatura em repouso: 24.0 º C
Após 20 min rodando o CPU Burn: 40.0 º C

AVC Mega-Cool 112AHO


Preço aproximado: 16 Dólares

O nível de ruído deste modelo é de 53 dB, mais alto que o Golden Orb, mas bem abaixo da maioria dos coolers para Athlon. Considerando a boa eficiência, este modelo é um forte candidato contra os modelos mais caros da Global Win e Coolermaster para quem tem um Athlon acima de 1.0 GHz, ou para quem pretende fazer overclocks mais agressivos, sem estourar o orçamento.

 

:. Vantec Ice Cube

Este modelo é tem o mesmo design usado em vários modelos de coolers genéricos para Duron e Athlon abaixo de 900 MHz que vem sendo oferecidos pela maioria das lojas, por isso resolvi inclui-lo aqui. Estes modelos também estão entre os mais baratos, custam em torno de 10 dólares.

Temperatura em repouso: 25.0 º C
Após 20 min rodando o CPU Burn: 47.0 º C

Vantec ICE Cube, genérico


Preço médio: 10 Dólares

A eficiência realmente fica atrás dos primeiros modelos, mas está dentro do prometido, sendo adequado para processadores Duron e Athlon de até 900 MHz. O preço também não é ruim, o problema deste modelo é o nível de ruído, 63 dB segundo as especificações do fabricante. Mantendo o gabinete fechado, o ruído é semelhante a uma geladeira com o motor ligado, incomoda.

 

:. Genérico - Troni

Este é um representante dos famosos coolers genéricos de 10 reais, que eram usados na época do Pentium 1, mas que alguns ainda arriscam utilizar nos processadores atuais. Este é um modelo comercializado pela Troni, que ainda pode ser encontrado à venda, por em média de 8 a 10 reais. Um dissipador de baixa qualidade, combinado com um cooler sleeve bearing. Apesar disso, este foi o cooler mais silencioso do teste, o ruído é um pouco inferior ao do Golden Orb. Infelizmente, não posso dizer o mesmo sobre a eficiência do cooler.

Este foi o único cooler do teste que falhou em manter a estabilidade do processador. A temperatura em repouso foi de 32º C, mas ao ativar o CPU Burn, a temperatura passou a subir rapidamente, até que o processador travou após exatos 147 segundos, ao atingir 64º C

Não que esperasse resultado melhor, inclui este modelo no teste apenas para mostrar o perigo que este tipo de cooler pode representar num processador atual. O Celeron apenas travou por ter um mecanismo de proteção, caso fosse usado um Athlon, que não tem nenhum tipo de proteção térmica, haveria o risco de queimar o processador.

Genérico, sleeve bearing


Preço médio: 8 a 10 Reais

 

:. AVC Mega-Cool  112AB1FTH02

Este é um outro modelo da AVC, recomendado para processadores Athlon Thunderbird de até 1.2 GHz. Pode ser usado também em processadores Duron, Pentium III e Celeron. Entre os coolers testados, ele é o maior e mais pesado. O exaustor usado é o mesmo igual ao do primeiro modelo da AVC, mas este modelo é um pouco mais silencioso.

A estrutura do cooler é mais convencional que o primeiro modelo, sem as "barbatanas" que o ajudaram a alcançar seu bom resultado. Em compensação, este modelo também é um pouco mais barato.

Em termos de eficiência, este modelo também não decepcionou, mostrando realmente ser adequado para as versões mais rápidas do Athlon:

Temperatura em repouso: 24.5 º C
Após 20 min rodando o CPU Burn: 41.0 º C

AVC Mega-Cool 112AB1FTH02


Preço aproximado: 15 dólares

 

:. AVC 112171

Este pareceu ser um modelo antigo da AVC, pois é recomendado para processadores Pentium III e Celeron com core Coppermine de até 750 MHz, Duron também de até 750 MHz e processadores K6-2 e K6-3. Ou seja, pela dissipação térmica, o processador usado no teste está bem acima do recomendado pela AVC.

Este cooler também é (excluindo-se o modelo da Troni) o mais barato do teste, com um preço de venda sugerido de US$ 5.20, cerca de 12 reais pela cotação de hoje.

Apesar da temperatura ser, como esperado, mais alta que a dos modelos anteriores, o caçula não chegou a decepcionar, mantendo a estabilidade do processador numa temperatura, um pouco alta, mas ainda dentro do aceitável, já que a temperatura máxima recomendada pela Intel para este processador é de 55º C.

Temperatura em repouso: 26.0 º C
Após 20 min rodando o CPU Burn: 53.0 º C

AVC 112171


Preço no varejo
(sugerido): US$ 5,20

 

Fica o convite para outros fabricantes ou distribuidores enviarem amostras dos seus produtos para participarem do próximo teste.

Os dados do escritório da AVC, para contato são:
América Vital Components - AVC Brasil
Tel: (11) 3858-6236 / 3857-4902 / 3955-4930
E-mail:


 

© 1999 - 2002 :. Todos os direitos reservados :. Guia do Hardware.Net
http://www.guiadohardware.net/