Guia do Hardware.Net
Impresso em: 17/2/2003, 18:53:09
Impresso de: http://www.guiadohardware.net/artigos/01-travamentos.asp

Artigos :. Travamentos

+ HOME
   :. Análises
   :. Artigos
   :. Cursos Online
       :. Hardware
       :. Redes
       :. Linux (foca)
       :. Gravação CDs
       :. Notebooks
       :. Setup
   :. Livros
      
:. Entendendo e
    Dominando o Linux 4.Ed
   :. Arquivo DDD
   :. Dicionário
   :. FAQ
   :. Notícias
   :. Dicas Linux
   :. Overclock
   :. Tutoriais

+ Publicações
   :. CD GDH
   :. CDs Mandrake
   :. CDs do Linux
   :. E-Books

+ Kurumin Linux

+ Outros
   :. Fórum
   :. Humor
   :. Palm
   :. Quiz

+ Pesquisar no site:

+ Expediente

+ Comente esta
   Matéria

Dúvidas sobre
Linux?
Baixe o E-book
Entendendo e Dominando o Linux
de Carlos E. Morimoto
ou increva-se no
Curso de Linux
em SP


Invista em
conhecimento:
:.CD-ROM Guia do Hardware: Todos os e-books e uma cópia off-line de todo o site por R$ 21,00
:.Linux Mandrake 9.0 GDH, com manual em Português e aplicativos. 4 CDs por R$ 24,00
:. E-Books de Carlos E. Morimoto:
Manual de Hardware Completo 3ed.
Redes 3ed
Upgrade e Manutenção
Novas tecnologias 3Ed
Entendendo e Dominando o Linux
Dicionário Técnico de Informática. R$ 8,00

:. CDs do Linux:
Slackware 8.1 R$ 8,00
Red Hat 8.0 R$ 16,00
DemoLinux 3.0 R$ 8,00
Knoppix R$ 8,00
Peanut 9.1 R$ 8,00
FreeBSD R$ 20,00
NetBSD R$ 16,00
Libranet R$ 8,00
Debian 3.0 R$ 35,00
Definity R$ 8,00
E outras distribuições

 

Dicas do dia : Receba as atualizações do Guia do Hardware todos os dias, direto no seu e-mail. Clique aqui para se inscrever.
 

Data: Fevereiro de 2000
Tipo: Computadores
Fabricante: Não se Aplica
Por: Carlos E. Morimoto

 

 Como Acabar com os Travamentos

Problemas com o micro? Relaxe, todo mundo passa por isso de vez em quando. Mas afinal, por que os micros dão tantos problemas?

Podemos começar analisando como um PC funciona. Temos dois níveis básicos, o Hardware, ou seja a máquina, os componentes físicos em sí e o Software e os programas que executamos no micro.

Na parte física, os componentes básicos são: o processador, o cérebro encarregado de processar todas as informações; a memória RAM, uma espécie de mesa de trabalho onde o processador armazena os dados que está processando; o disco rígido, o grande depósito onde guardamos arquivos e programas e a placa mãe que permite ao processador comunicar-se com todos os outros componentes. Finalmente, temos os demais componentes, como placas de vídeo, placas de som, teclado, mouse, monitor, etc. os quais são ligados à placa mãe e que através dela enviam e recebem informações do processador.

Do lado dos programas, temos primeiramente o sistema operacional, que serve como uma base para os demais programas atuarem. Existem vários sistemas operacionais diferentes para micros PC: Windows 98, Windows 2000, Linux, BeOS e assim por diante.

O sistema operacional serve como uma ponte entre o hardware e os softwares. Quando você clica no botão de salvar e o Word precisa gravar o texto no disco rígido, é o Windows quem cuidará da tarefa. Quando você abre um arquivo qualquer, é o Windows que como um garoto de recados acessa os dados no disco rígido e os entrega para o programa e quando é preciso mostrar alguma coisa no monitor, ou imprimir algo na impressora, também é o Windows que cuida de tudo.

Porém, temos uma variedade enorme de processadores, discos rígidos, placas mãe, memórias, etc. Com recursos e peculiaridades bem diferentes. O Windows não tem como simplesmente adivinhar como a placa mãe ou a placa de vídeo que você instalou no micro funcionam e o que elas podem fazer. Por isso, são usados pequenos programas chamados de drivers de dispositivos. Um driver é uma espécie de manual de instruções, que explica o que o dispositivo é capaz de fazer e quais comandos devem ser enviados para que ele execute cada função.

Sempre que é instalado um dispositivo novo, seja uma placa de vídeo, som, modem, etc. é preciso instalar o driver adequado. O driver sempre virá no CD ou disquetes que acompanham a placa. Sem os drivers adequados não é possível fazer a placa funcionar adequadamente. Para instalar um dispositivo novo, uma placa de som por exemplo, basta encaixa-la na placa mãe, ligar o micro, esperar o Windows 98 detectar o novo hardware. Surgirá um menu com algumas opções, escolha "Procurar o melhor driver para o dispositivo" e em seguida escolha "especificar um local". Surgirá uma janela semelhante à usada para salvar arquivos, basta apontar a localização dos drivers dentro do CD-ROM ou disquete.

O Windows possui uma grande biblioteca com drivers para vários dispositivos, capaz de instalar muitas coisas sozinho; você não precisará por exemplo, instalar um driver para o drive de CD-ROM funcionar, pois o próprio Windows possui um driver adequado que se encarrega de instalá-lo automaticamente. Na verdade você só precisará usar o driver que vem junto com o periférico quando o Windows não tiver um driver para ele em sua biblioteca.

Outro componente importante do Windows são as bibliotecas de arquivo, ou DLLs. Uma DLL é um pequeno programa que executa algumas funções básicas. Os programas maiores como o Word, Internet Explorer, etc; utilizam DLLs para executar algumas funções automáticas. Quando você clica no botão de abrir arquivos do Word, a tela de busca que surge, que por sinal é igual na maioria dos programas, nada mais é do que uma DLL em ação. A maioria das DLLs instaladas no micro ficam armazenadas na pasta Windows/System e Windows/System32. Quando um novo programa é instalado, ele instala também as DLLs que irá utilizar, copiando-as para as pastas correspondentes.

Quando o micro trava ou dá algum outro problema, o primeiro a levar a culpa é o Windows, que já recebeu até alguns apelidos jocosos como "Ruindows", "Windoze" fora as piadinhas. Mas, na grande maioria das vezes, o problema não é culpa de algum bug do Windows, mas sim uma falha de Hardware, problemas com os drivers de dispositivos, ou mesmo programas mal escritos e mal comportados. Os possíveis culpados são muitos, mas alguns cuidados ajudam a manter seu micro sempre saudável.

Tudo começa na escolha dos componentes, principalmente da placa mãe. Ela é o componente que mais influencia na estabilidade do micro, pois é através dela que todos os dados trafegam. Um placa de segunda linha além de prejudicar o desempenho irá causar vários travamentos.

Procure comprar placas de boas marcas, como Asus, Abit, Soyo e Supermicro. As placas da Intel também são excelentes, mas verifique se a placa realmente foi fabricada pela Intel: muitos vendedores vendem placas com chipsets Intel como "placas da Intel". O Chipset é o componente básico da placa mãe, mas não o único. Muitos fabricantes usam chipsets fabricados pela Intel ou de outras empresas conceituadas em suas placas, mas isto não é garantia de qualidade. Não adianta uma placa de segunda linha possuir um bom chipset.

Evite ao máximo comprar placas TX-Pro, VX-Pro, BX-Pro, SX-Pro, PC-100, Viagra, PC-Chips e placas "genéricas" que não trazem especificado o nome do fabricante. Apesar de serem muito mais baratas, e quase sempre trazerem placas de som, vídeo, modems e até placas de rede onboard; estas placas invariavelmente são de baixa qualidade. Certamente é tentador ver o anúncio de uma placa mãe que já vem com placa de som, placa de vídeo e modem por 100 ou 120 dólares, enquanto uma placa de uma boa marca custa 130, 150 ou mesmo 180 dólares e geralmente não traz nenhum destes acessórios. Mas lembre-se que esta economia pode lhe trazer muita dor de cabeça, na forma de instabilidade, travamentos e incompatibilidades.

Quando for comprar um micro montado, não deixe de conferir qual placa mãe está sendo usada. A grande maioria dos micros montados vem justamente com placas mãe mais baratas, mas geralmente as lojas oferecem a opção de usar uma placa mais cara pagando a diferença.

Se você já está usando uma boa placa mãe então metade dos seus problemas de travamentos já estão resolvidos, pois outros componentes, como processadores, placas de vídeo, discos rígidos e memórias, desde que em perfeitas condições dificilmente causam maiores problemas em termos de estabilidade.

O sintoma mais comum de falhas de hardware são as telas azuis acusando erros de VXD. Um VXD é justamente um driver de dispositivo. Estes erros ocorrem quando o hardware responde erraticamente a um acesso qualquer. Uma segunda possibilidade é que o problema esteja não no dispositivo em sí, mas no seu driver. Os fabricantes mantém os drivers de seus produtos em constante evolução, a cada versão são melhorados tanto as performances quanto as compatibilidades. Você pode baixar os drivers mais recentes através da Internet, na página do fabricante. Dois bons lugares para procurar drivers são o Winfiles (www.winfiles.com) e o Drivers HQ (www.drivershq.com). Com os arquivos em mãos, você pode atualizar o driver do dispositivo através do painel de controle: abra o ícone "sistema" acesse a aba "gerenciador de dispositivos" aqui estão todos os componentes instalados no seu micro, divididos em categorias, como placas de vídeo, dispositivos de multimídia, etc. Clique duas vezes sobre o dispositivo e na janela que surgir clique no botão "atualizar driver", na nova janela que surgir escolha a opção "com disco" e aponte a localização dos novos drivers. Note que na maioria das vezes os drivers que você baixar pela Internet virão em forma compactada, não esqueça de descompactá-los usando o Winzip antes de tentar instalá-los.

Outra fonte de problemas são as DLLs. Como vários programas utilizam as mesmas DLLs, às vezes acontece de um programa ao ser instalado substituir algumas DLLs compartilhadas por versões mais antigas ou com recursos diferentes. Quando os programas vão utilizar estes arquivos acabam obtendo um resposta diferente da que estavam esperando, e começam a agir de maneira errática. Para evitar que todo o sistema trave, o Windows decide simplesmente fechar o programa problemático, antes que ele afete os demais. Temos então a mensagem: "Este programa executou uma operação ilegal e será fechado".

Neste caso fica um pouco difícil de descobrir qual DLL está causando o problema, a solução mais fácil é tentar ir reinstalado os programas que estão travando para descobrir qual é o culpado.

Em alguns casos pode ser necessário reinstalar o Windows, para fazer isso sem precisar formatar o disco rígido, basta abrir o programa de instalação do Windows e quando for perguntado em qual diretório deseja instalar o Windows, basta escolher uma pasta diferente da anterior, "Win98" no lugar de "Windows" por exemplo. Depois de terminada a instalação basta deletar a antiga pasta Windows, verifique apenas se não existe nenhum arquivos que você gostaria de salvar. Você terá que reinstalar todos os programas, mas todos os seus arquivos continuarão intactos.


 

© 1999 - 2002 :. Todos os direitos reservados :. Guia do Hardware.Net
http://www.guiadohardware.net/