:. Abit Lança Placa Mãe com Suporte a RAID

 Por Carlos E. Morimoto
 http://www.guiadohardware.net
 Setembro de 2000


Em artigos anteriores, eu já havia comentado sobre as controladoras RAID IDE, que permitem combinar de 2 a 4 discos rígidos IDE, de modo a multiplicar o desempenho, ou então melhorar a confiabilidade, usando um sistema de espelhamento.

A novidade aqui é que já temos no mercado uma placa mãe com suporte nativo a RAID, a Abit KT7-RAID.

Esta é uma placa mãe soquete A, destinada aos novos Athlons Thunderbird e aos Duron’s, ambos da AMD. O chipset utilizado é o Via KT 133 e a placa vem em formato ATX. Você pode ver uma foto da placa em:
http://images.anandtech.com/reviews/motherboards/roundups/082000/socketa/abit_sm.jpg

Como disse, a grande novidade deste modelo é o suporte nativo a RAID. A placa mãe vem com 4 conectores IDE, dois correspondentes à controladora RAID embutida e mais os dois conectores IDE normais. Note que também existe uma versão da mesma placa mãe, mais barata, mas sem suporte a RAID, neste caso existem apenas os dois conectores IDE normais. A versão sem RAID é chamada apenas de KT7.

Você pode usar os dois conectores RAID para os HDs e os conectores normais para ligar CD-ROMs, gravadores de CD, ou qualquer outros dispositivos IDE que você tenha no micro.

Como em qualquer outra placa mãe, podem ser usados dois discos rígidos em cada porta IDE, permitindo até 4 HDs na controladora RAID e mais 4 na controladora normal.

Quanto ao RAID, existem três possibilidades:

:. Striping (RAID 0)

Podem ser combinados 2, 3 ou 4 discos rígidos, que passarão a ser utilizados como se fossem um só. O sistema operacional passa a enxergar apenas um grande disco rígido, e a velocidade de acesso se multiplica pelo número de discos instalados. Uma nota é que você deve usar HDs idênticos, caso contrário o desempenho de todos os HDs corresponderá ao do HD mais lento. A vantagem é o brutal aumento de desempenho e a desvantagem é uma pequena diminuição na confiabilidade, pois se apenas um dos HDs falhar você perderá os dados armazenados em todos.


:. Mirroring (RAID 1)


Podem ser usados 2 ou 4 discos, ou seja, um ou dois pares. O primeiro disco serve para armazenar dados normalmente, enquanto o segundo se destina a armazenar uma cópia de todo o conteúdo do primeiro. Caso haja qualquer falha, você não perderá absolutamente nada. A vantagem é o aumento na confiabilidade, a desvantagem é o fato de ter de comprar dois HDs ao invés de um.


:. Mirroring + Striping (RAID 0+1)


Obrigatoriamente são usados 4 discos. Os dois primeiros funcionam em Striping, dobrando a velocidade de acesso, enquanto os dois últimos armazenam uma cópia do conteúdo dos dois primeiros. O dobro de desempenho com total confiabilidade.


A opção utilizada pode ser definida pelo Setup da placa, que aliás traz um excelente manual, que além da configuração da placa dá várias dicas de performance e explica bem o sistema RAID.

Esta não é exatamente uma placa de baixo custo, custa apartir de 250 dólares e não vem com nada onboard.

Para saber mais sobre RAID com discos IDE, leia:
https://guiadohardware.info/artigos/029

Para informações sobre o AMD Duron:
https://guiadohardware.info/artigos/019

Para informações sobre o novo Athlon Thunderbird:
https://guiadohardware.info/artigos/017




Copyright 2003 Carlos E. Morimoto, http://www.guiadohardware.net - Todos os direitos reservados