:. A guerra dos portáteis

 Por Carlos E. Morimoto
 http://www.guiadohardware.net
 16/02/2001

O termo Handheld refere-se a um aparelho pequeno o suficiente para caber na palma da mão. De dois anos para cá tivemos uma grande explosão de vendas destes portáteis.

A grande explosão veio junto com os Palm-Pilots, que na época ainda eram fabricados pela US Robotics. O forte dos palms nunca foi o poder de processamento nem a capacidade de memória, mas sim, o fato de serem aparelhos bem compactos, fáceis de usar e relativamente baratos.

Percebendo uma chance de também lucrar neste mercado, a Microsoft criou o Windows CE, uma versão simplificada do Windows 95, que vinha com versões simplificadas do Word, Excel, Power Point e Internet Explorer. O Windows CE evoluiu e mudou de nome, sendo chamado atualmente de Poket PC. A maioria dos aparelhos com o Pocket PC possuem o mesmo formato de um Palm, com um sistema de reconhecimento de escrita, tela sensível ao toque, etc.

Correndo por fora vem a Psion, que na verdade foi a primeira a entrar neste mercado, em 91, lançando vários aparelhos, sempre com teclado. Os Psion também são bastante eficientes, mas são mais caros que um Palm e não são tão práticos de usar para tarefas como agenda de compromissos, de telefones, etc. já que é necessário abrir o aparelho e digitar usando o teclado, ao invés de simplesmente sacar o Palm do bolso e escrever diretamente na tela. Entretanto, os aparelhos da Psion, em especial o Revo, são atrativos para quem precisa escrever textos longos ou responder e-mails no aparelho.

Neste artigo eu vou me concentrar nas vantagens e desvantagens dos Palms em comparação com os Pocket PCs da Microsoft, você pode encontrar mais informações sobre o Psion Revo em http://www.guiadohardware.net/artigos/028/


:. Tamanho e Peso

Quando falamos em um micro de mão, o tamanho e peso do aparelho são sempre um ponto importante. Neste quesito os Palms levam vantagem, um Palm Vx por exemplo, pesa menos da metade do peso de um HP Jornada 548. Em termos de tamanho os dois aparelhos possuem medidas semelhantes, com excessão da espessura, onde novamente o Palm Vx novamente leva vantagem. Entretanto, comparado com os Palm IIIe e IIIx, a diferença é bem menor.


:. Tela

A tela é outro ponto importante. Com excessão do Palm IIIc, que custa os olhos da cara, todos os palms possuem telas monocromáticas. Os Pocket PC por outro lado quase sempre vem com telas coloridas, com 16 bits de cor. A resolução de tela também é diferente, todos os Palms usam telas de 160 x 160, enquanto as telas dos Poket PCs tem resolução de 320 x 240.
O grande problema de se usar telas coloridas, é que elas são bem mais caras e gastam bem mais energia. é por ter uma tela colorida que um Palm IIIc custa o dobro de um Palm IIIx, e a autonomia de baterias dos Pocket PCs, junto com o Palm IIIc é menor do que nos Palms monocromáticos.
Portabilidade, preço e autonomia de baterias são três pontos fundamentais num handheld, enquanto uma tela colorida é um grande atrativo, mas que adiciona pouca funcionalidade ao aparelho, afinal, de que adiantam 16 bits de cor ao anotar um número de telefone ou escrever um lembrete?


:. Processadores e memória

Os Palms III e V utilizam o mesmo processador Motorola Dragonball de 16 MHz e vem com de 2 a 8 MB de memória, dependendo do aparelho. Os Pocket PCs por sua vez vem com processadores bem mais poderosos, de até 200 MHz e com até 32 MB de memória, sem dúvida um hardware poderoso. O problema é que este hardware todo é necessário justamente por causa do sistema Pocket PC da Microsoft e da tela colorida. Como o Palm OS é um sistema bem mais simples e enxuto, os Palms rodam qualquer aplicativo instantaneamente, mesmo com o hardware simples, enquanto os Pocket PCs são lentos rodando o Pocket Excel e outros aplicativos mais pesados para eles. Outra coisa a se considerar é que um hardware mais pesado também custa mais caro, o que se reflete nos preços dos aparelhos.


:. Multimídia

Realmente os Palms são uma negação em termos de multimídia. Os sons restringem-se a alguns Bips e algumas notas musicais, a tela monocromática não ajuda e ainda por cima eles não possuem poder de processamento suficiente para reproduzir vídeos.

Os Pocket PCs por sua vez, tocam músicas em MP3, exibem pequenos trechos de vídeo, etc. A limitação fica por conta da quantidade de memória, já que os 16 MB que equipam a maioria dos aparelhos são suficientes para apenas meia hora de música, ou poucos minutos de vídeo, sem falar que a qualidade de reprodução do som é inferior à de um MP3 Player portátil, que custa menos da metade do preço de um Pocket PC.


:. Programas

Uma grande vantagem do Palm é a enorme quantidade de programas disponíveis para a plataforma. Já existem quase 30.000 programas, a maior parte Freeware. O aparelho acompanha só os programas básicos de agenda, controle de despesas, etc. mas você poderá encontrar programas para praticamente tudo pela Net.

Os Poket PCs vem com versões reduzidas do Word, Excel, Outlook, Internet Explorer e Media Player. O Word só é realmente útil caso você precise escrever textos longos, caso contrário o bloco de notas do Palm é mais prático. Porém escrever textos longos num Handheld é um suplício, já que estes aparelhos não possuem teclado.
O Pocket Excel é útil sem dúvida, mas é lento, entretanto mesmo assim os Pocket PCs levam vantagem, pois os programas de planilha para Palm também são lentos e a maior resolução de tela dos Pocket PCs permite ver mais dados por tela.

O Outlook tem vários recursos, mas é mais lento e complicado de usar que a agenda do Palm, enquanto o Internet Explorer só é útil para quem tem modem, um acessório caro para estes aparelhos.

O X da questão é que o Palm vem com aplicativos fáceis de usar e você pode conseguir toneladas de outros programas facilmente. Os Pocket PCs por sua vez contam com um número gritantemente menor de programas disponíveis.


:. Escrita

Os Palms utilizam o graffiti, um sistema de escrita simplificado, que vai lhe tomar alguns minutos de exercícios antes de poder colocar a mão na obra. Entretanto o graffiti tem a vantagem de ser um sistema bem rápido, sendo os caracteres reconhecidos instantaneamente.

Os Pocket PCs por sua vez utilizam um sistema de reconhecimento de escrita, que lhe poupa dos minutos de exercícios, mas em compensação é um sistema mais lento. Você não pode escrever muito rápido, sob o risco do aparelho se perder pelo caminho.


:. Preço

Aqui está o grande forte dos Palms, um Palm IIIe pode ser encontrado por 450 reais, enquanto um Pocket PC custa apartir de 1.200 reais, quase o preço de um PC de mesa.

O ponto é que os Palms atendem bem as necessidades de quem procura um organizador pessoal, apresentando também uma grande versatilidade que permite seu uso nas mais diversas áreas. Os Pocket PCs por sua vez possuem vários recursos de que a maioria dos usuários não precisa, não são tão versáteis quanto os Palms devido ao número reduzido de programas disponíveis e ainda por cima são muito mais caros. é provavelmente por isso que os Palms e compatíveis detêm mais de 80% do mercado de micros de mão, contra menos 11% dos Pocket PCs.