:. Pentium III Xeon

 Por Carlos E. Morimoto
 http://www.guiadohardware.net
 23/03/2001


O Xeon é uma variação da linha de processadores Pentium e atualmente Pentium III da Intel, destinada a servidores. As primeiras versões do Pentium II Xeon operavam a 450 MHz e traziam até 2 MB de cache L2, operando na mesma freqüência do processador. Depois veio o Pentium III Xeon, novamente com até 2 MB de cache. Em todas as versões, o Xeon utiliza um encaixe diferente, o slot 2, exige placas mãe específicas e suporta multiprocessamento, permitindo até 4 processadores numa mesma placa mãe, ou até 8 processadores em cluster.

é sem dúvida um processador utilizável apenas em servidores, mas será que um Xeon seria uma boa escolha para uma empresa interessada em atualizar seu servidor? Este artigo é baseado em um mail que recebi:


> Na empresa onde trabalho estamos para trocar o servidor do banco de dados
> A maquina atual, um Pentium II 450 não está dando conta e estamos procurando
> uma configuração que possa "segurar a barra" por bastante tempo
> Já decidimos que o sistema terá 512 MB de memória, mas falta decidir qual será
> o processador. Estávamos pensando em um dual Pentium III, mas um dos
> diretores está insistindo em comprar um dual Pentium III Xeon, que é muito mais
> caro. Na sua opinião, qual seria a melhor opção?


Você não informou exatamente o tipo e tamanho do banco de dados que a sua empresa utiliza, mas vou dar algumas sugestões baseadas no uso de um banco de dados típico.

Em primeiro lugar, um banco de dados é composto por uma enorme quantidade de pequenos registros, isto significa que o processador manipulará uma grande quantidade de dados, que mudarão constantemente. Entretanto, não é feito muito processamento, como ocorreria ao compactar um vídeo por exemplo.

Por isso, os componentes mais importantes para um bom desempenho rodando um grande banco de dados são primeiro a quantidade e velocidade da memória cache, e em segundo lugar a velocidade da memória RAM.

O Xeon atenderia o primeiro requisito, que seria ter uma quantidade maior de cache, existem versões do Xeon com até 2 MB de cache, mas existem várias conta indicações para este processador.

Primeiro vem a questão do custo, um Xeon de 700 MHz, com 2 MB de cache custa cerca de 2.200 dólares, isso nos EUA. As versões com 1 e 2 MB existem a até 700 MHz, acima disto existe apenas a versão de 256 KB, que nada mais é do que um Pentium III Coppermine comum, que usa o encaixe slot 2 e permite o uso de até 4 processadores. Estes "supostos" Xeon existem em versão de até 1 GHz, custando cerca de 600 dólares cada, novamente nos EUA.

Você precisará também de uma placa mãe slot 2, que é o encaixe utilizado pelo Xeon. Estas placas, baseadas no chipset i440GX da Intel, apesar de ultrapassadas, não deixam de ter seus atrativos, pois suportam 2 ou 4 processadores, até 2 GB de RAM, muitas vem com slots PCI de 64 bits (usados pela maioria das placas Ultra 3 SCSI de 160 MB/s, destinadas a servidores) etc. Em compensação não possuem slot AGP, as interfaces IDE ainda são UDMA 33 e uma destas pode custar mais de 350 dólares.

Não digo que um servidor com o Xeon seria ruim, porém ele custaria até o dobro do preço, dependendo da verão do processador pela qual optassem, que um servidor dual Pentium III de configuração semelhante.

Usando um Dual Xeon de 1 ou 2 MB a 700 Mhz você teria um desempenho até inferior do que com dois Pentium III de 1 GHz, e gastaria muito mais. Usando um dual Xeon de 1 GHz, que tem apenas 256 KB de cache, você teria exatamente o mesmo desempenho, porém novamente pagando mais caro.

A menos que vocês estejam com um fluxo de caixa muito positivo e estejam procurando algo em que torrar o dinheiro, a recomendação seria um dual Pentium III sem dúvida.

Outra alternativa que vocês deveriam considerar seria montar um servidor baseado no Athlon. Sim, um Athlon de 1.2 GHz, com 512 MB de memória DDR teria um desempenho equivalente ou superior ao dual Pentium III e custaria pouca coisa menos. Uma opção de baixo custo seria montar o mesmo Athlon de 1.2 usando memórias SDRAM comuns, o que naturalmente atrapalharia um pouco o desempenho, mas sairia cerca de 800 reais mais barato.