:. Indique este site a um amigo
Responsável:
:. Novo na área? Leia: Hardware, Redes e Linux para iniciantes


Seções Artigos


HOME
    :.  Artigos
    :.  Tutoriais
    :.  Dicas Linux
    :.  FAQ

Livros
    :.  Entendendo e Dominando o Linux
    :.  Kurumin: Desvendando seus segredos
    :.  Dicionario de termos técnicos

    :.  Notícias
    :.  Overclock
    :.  Análises

Publicações
    :.  cd GDH
    :.  cds Mandrake
    :.  cds do Linux
    :.  E-Books
    :.  Cursos Presenciais

Kurumin Linux
    :.  Manual
    :.  FAQ
    :.  Dicas
    :.  Change-log
    :.  Forum
    :.  Download

Outros
    :.  Fórum
    :.  Humor
    :.  Palm
    :.  Quiz
    :.  Cursos online
        :.  Hardware
        :.  Redes
        :.  Gravação de cds
        :.  Notebooks
        :.  Setup


Pesquisar no site:

Cursos Linux
com Carlos E. Morimoto:

Em Porto Alegre:
Curso Entendendo e Dominando o Linux, 48 horas/aula:

Turma 1 - de 30/08 a 23/09, com aulas de Segunda à Quinta, das 18:30 às 21:30.
Turma 2 - (intensivo): de 27/09 a 09/10, com aulas de Segunda à Sexta, das 14:00 às 18:00 e aos Sábados das 09:00 às 13:00.
Turma 3 - de 09/10 a 13/11, com aulas às terças e quintas, das 19:15 às 22:30 e sábados, das 10:00 às 18:00.

Clique aqui para ver mais informações sobre os cursos


Invista em
conhecimento:
:.cd-ROM Guia do Hardware: Todos os e-books e uma cópia off-line de todo o site por R$ 21,00
:.Linux Mandrake 9.2 GDH, com manual em Português e aplicativos. 4 cds por R$ 26,00
:. E-Books de Carlos E. Morimoto:
- Dicionário Técnico de Informática 3ed.
- Entendendo e Dominando o Linux 6ed.
- Manual de Hardware Completo 3ed.
- Redes 3ed
- Upgrade e Manutenção
- Novas tecnologias 3ed.
Todos os e-books por
R$ 8,00

Download livre, pegue só depois de baixar.

:. cds do Linux:
Kurumin+Kokar R$ 15,00
Debian 3.0 rc02 R$ 40,00
Knoppix3.3 R$ 10,00
Slackware 9.1 R$ 14,00
Red Hat 9 R$ 20,00
DemoLinux R$ 10,00
Peanut R$ 10,00
FreeBSD R$ 20,00
NetBSD R$ 20,00
Libranet R$ 10,00
Definity R$ 10,00
E outras distribuições

 


:. Windows XP x Jogos

 Por Carlos E. Morimoto
 http://www.guiadohardware.net
 28/06/2001


Pegando carona na análise do Windows XP que o Kleber escreveu, vou aproveitar para falar um pouco sobre o XP em termos de compatibilidade e desempenho em jogos.

Não é fácil escrever algo sobre um sistema operacional em estágio beta, pois além de explorar as particularidades trazidas por ele, ainda é preciso imaginar o que ainda pode melhorar ou ser corrigido até a versão final.

Assim como o Beta do Windows 2000 que utilizei durante alguns meses antes de sair a versão final, o beta 2 do XP já pode ser considerado um sistema estável, apesar de ainda existirem bugs aqui e alí. O quesito desempenho também pode melhorar conforme forem surgindo novos drivers, sobretudo para placas de vídeo (já que estamos falando de jogos), mas por outro lado, novos componentes que possam ser incorporados ao sistema na versão final podem torna-lo ainda mais pesado. Só vamos saber com exatidão quando a versão final sair, mas já da para escrever muita coisa sobre o XP, vamos lá.

A primeira coisa a lembrar é que o XP é um derivado direto do Windows NT e do Windows 2000. Apesar dos esforços para manter compatibilidade com a maior parte dos jogos, o Kernel do sistema é muito diferente do Windows 98, construído com objetivos diferentes.

Enquanto o Windows 95 e 98 são versões do Windows voltadas para o mercado doméstico, que visam manter a maior grau possível de compatibilidade e facilidade de uso, mesmo sacrificando a estabilidade, como vimos durante muitos anos, o Windows NT foi desde o início desenvolvido para ser usado em servidores, estações de trabalho, etc. máquinas que exigem uma estabilidade irretocável. Se o Windows 98 é um buggy, o Windows NT é um caminhão. O que a Microsoft está tentando fazer com o XP é transformar este caminhão num veículo que possa fazer tudo o que o buggy pode fazer, mas, sem perder sua rusticidade, unificando as duas famílias Windows, a família de sistemas de consumo (95, 98, ME) e as versões business (NT e 2000) num só produto.

Como era de se esperar, nem tudo irá funcionar depois da migração, a começar pelos próprios drivers de dispositivos. Assim como o Windows 2000, o XP não será compatível com drivers de 16 bits, isto significa que scanners, câmeras, ou outros periféricos antigos que não tenham drivers de 32 bits jamais funcionarão, a menos que você mantenha o Windows 95/98 em dual boot.

O Windows XP também não é compatível com quase nenhum driver de dispositivo para Windows 98, mesmo os de 32 bits. Isso significa que você pode ter problemas para encontrar drivers para alguns dos periféricos, principalmente componentes onboard, modems baratos, etc. que geralmente contam com um suporte bem fraco por parte do fabricante. Em alguns casos os drivers para o XP podem demorar meses para sair.

O suporte a jogos melhorou muito no Windows 2000, em comparação com o NT e melhorou mais um pouco no XP, desde que você mantenha o DirectX atualizado e instale os drivers corretos para a placa de vídeo e som, você não terá problemas com 95% dos jogos atuais.

O XP oferece também a opção de rodar os jogos num modo de compatibilidade, onde é usado um tipo de emulação para simular algumas funções do Windows 95 e do MS-DOS, mas infelizmente, pelo menos na versão beta, esse recurso não funciona como o esperado. Alguns jogos antigos continuam com problemas, sobretudo os jogos para MS-DOS, na configuração do som por exemplo.

Finalmente, alguns jogos MS-DOS realmente não rodam, mesmo ativando o modo de compatibilidade. Temos um choque de gerações aqui. Estes jogos fazem acessos diretos ao Hardware, sobretudo à memória, coisa que o XP não permite, já que estabilidade é a palavra de ordem no sistema. O XP tente enganar o jogo através de emulação, o que não funciona sempre. O jogo não roda e acabou. Você escolhe entre jogar outra coisa ou manter o Windows 98 em dual boot. Talvez o XP pudesse ter uma variação do modo de segurança que permitisse rodar estes rebeldes, mas infelizmente não foi anunciado nada parecido.

Em se tratando de jogos mais atuais, os problemas são bem menores. Como neste caso as incompatibilidades ficam mais à cargo dos drivers de vídeo ou dos drivers AGP, os poucos problemas que ainda existem devem ser resolvidos até o lançamento da versão final, junto com uma nova safra de drivers. Mesmo jogos de 2 ou 3 anos atrás, como Starcraft ou Diablo não apresentam problemas, enquanto o Warcraft II e o Wing Commander III por exemplo, que rodam em modo MS-DOS não rodam no XP. Jogos recentes, como o Quake III, Deus EX. Alice, etc. rodam perfeitamente.

No quesito desempenho, o cenário é parecido. A Nvidia por exemplo vem investindo bastante nos drivers para Windows 2000, fazendo com que o desempenho das Geforce seja muito parecido tanto no Windows 98 quanto no Windows 2000. No caso do XP ainda existe uma pequena diferença, mas como tanto os drivers quanto o sistema em sí são beta, é de se esperar que até a versão final, o desempenho também se equipare.

A ATI por exemplo já vem tendo um pouco mais de dificuldades em desenvolver drivers para Windows 2000 que tenham o mesmo desempenho dos drivers para Windows 98. Caso você tenha uma Trident Blade por exemplo, esqueça, os drivers que existem para Windows 2000 são simplesmente horríveis e não é de se esperar que o cenário melhore muito com o XP. Como disse no início, o desempenho nos jogos 3D depende mais dos esforços dos fabricantes em desenvolver bons drivers do que do XP em sí.

Ainda no quesito desempenho, é importante lembrar que o XP precisará de muita memória RAM, 196 MB no mínimo para manter um bom desempenho. Usando apenas 128 MB você poderá ter perda de desempenho em alguns jogos mais pesados, sem falar de outros aplicativos, devido ao uso de memória virtual.

O Windows XP trará alguns ganhos sobre o Windows 2000 no quesito compatibilidade. Em termos de desempenho ele não ajudará muito, mas pelo menos não vai atrapalhar, desde que você o alimente com muita memória RAM e bons drivers de vídeo. Talvez você prefira manter o Windows 98 em dual boot para os casos de jogos MS-DOS e de alguns emuladores que não rodam no XP.

Para quem usa Windows 98, pode ser a chance de migrar para um sistema mais estável, sem perder tanto em termos de compatibilidade. Para quem já usa Windows 2000, os ganhos são pequenos, basicamente a nova interface e os programas integrados ao sistema. Neste caso seguramente não vai valer à pena gastar mais 700 reais numa cópia do XP.




:. Imprima este Texto
:. Faça Download deste texto completo

Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro de revisão no texto?
Escreva para mim:



  © 1999 - 2004 :. Todos os direitos reservados :.
Melhor visualizado em qualquer browser. Você escolhe o que usar, não nós :-)
"The box said: Requires MS Windows or better, so I instaled Linux"