:. Indique este site a um amigo
Responsável:
:. Novo na área? Leia: Hardware, Redes e Linux para iniciantes


Seções Artigos


HOME
    :.  Artigos
    :.  Tutoriais
    :.  Dicas Linux
    :.  FAQ

Livros
    :.  Entendendo e Dominando o Linux
    :.  Kurumin: Desvendando seus segredos
    :.  Dicionario de termos técnicos

    :.  Notícias
    :.  Overclock
    :.  Análises

Publicações
    :.  cd GDH
    :.  cds Mandrake
    :.  cds do Linux
    :.  E-Books
    :.  Cursos Presenciais

Kurumin Linux
    :.  Manual
    :.  FAQ
    :.  Dicas
    :.  Change-log
    :.  Forum
    :.  Download

Outros
    :.  Fórum
    :.  Humor
    :.  Palm
    :.  Quiz
    :.  Cursos online
        :.  Hardware
        :.  Redes
        :.  Gravação de cds
        :.  Notebooks
        :.  Setup


Pesquisar no site:

Siweb

Invista em
conhecimento:
:.cd-ROM Guia do Hardware: Todos os e-books e uma cópia off-line de todo o site por R$ 21,00
:.Linux Mandrake 9.2 GDH, com manual em Português e aplicativos. 4 cds por R$ 26,00
:. E-Books de Carlos E. Morimoto:
- Dicionário Técnico de Informática 3ed.
- Entendendo e Dominando o Linux 6ed.
- Manual de Hardware Completo 3ed.
- Redes 3ed
- Upgrade e Manutenção
- Novas tecnologias 3ed.
Todos os e-books por
R$ 8,00

Download livre, pegue só depois de baixar.

:. cds do Linux:
Kurumin+Kokar R$ 15,00
Debian 3.0 rc02 R$ 40,00
Knoppix3.3 R$ 10,00
Slackware 9.1 R$ 14,00
Red Hat 9 R$ 20,00
DemoLinux R$ 10,00
Peanut R$ 10,00
FreeBSD R$ 20,00
NetBSD R$ 20,00
Libranet R$ 10,00
Definity R$ 10,00
E outras distribuições

 


:. Aprenda a programar em Python, uma introdução

 Por Carlos E. Morimoto
 http://www.guiadohardware.net
 02/03/2003


O Kurumin é uma distribuição assumidamente voltada para uso em desktop, por isso não possui muitas ferramentas de programação. Existe apenas uma única excessão que é o interpretador do Python. Se até o Kurumin inclui, o que não dizer de distribuições Linux mais completas.

Se você nunca ouviu falar, o Python é uma linguagem de programação com uma sintaxe muito simples e intuitiva e ao mesmo tempo bastante poderosa, que pode ser usada por toda classe usuários. É a linguagem ideal para quem está começando a programar.

No Kurumin você pode abrir o Python em Iniciar > Desenvolvimento.

A maior parte das distribuições instalam o Python por default, basta abrir um terminal e chamar "python". Existe também uma versão for Windows que pode ser baixada no: http://www.python.org/download/

Ao abrir um programa você verá um prompt como este:

Este é o interpretador do Python, é um prompt onde você pode digitar um comando de cada vez e já ir vendo os resultados.

Vamos começar com uma coisa simples. Que tal ouvir um bom dia? Para isso podemos usar o "print" que é o comando para escrever coisas na tela. Este comando é simples de usar, basta escrever a frase entre aspas:

print "Bom Dia!"

E você terá um:

Podemos personalizar um pouco isto, fazendo com que ele primeiro pergunte o seu nome e depois dê bom dia. Para isso podemos usar o comando "raw_input", que lê texto digitado no teclado. Este texto precisa ser guardado em algum lugar, para armazená-lo podemos usar uma variável, que é um pequeno espaço de memória reservado e que pode ser usado mais tarde.

Experimente usar a linha abaixo:

nome = raw_input("Olá, qual é o seu nome? ")

Isso faz com que ele pergunte o seu nome e fique esperando você digitar alguma coisa e dar Enter. Em seguida ele armazena o texto digitado na variável "nome" e volta para o prompt. O texto entre aspas pode ser substituído por outra coisa se quiser:

Como disse, a variável armazena dados que podem ser usados mais tarde. Como agora já temos o seu nome armazenado na variável "nome", podemos completar nosso bom dia, fazendo com que ele escreva junto o seu nome (ou o que for que você tenha digitado no passo anterior :-):

print "Bom dia ", nome

Ele escreve a frase "Bom Dia" que está entre aspas e em seguida completa com o texto armazenado na variável nome. Não se esqueça da vírgula:

Experimente agora abrir o kedit (ou outro editor de textos qualquer) e salvar nosso pequeno programa num arquivo de texto. Ele pode se chamar por exemplo programa.py (.py de python). Eu enfeitei um pouco mais o meu. Os "\n" no meio do texto são para pular uma linha:

Este arquivo pode ser executado usando o interpretador do Python. Para isso, abra um terminal e chame:

$ python programa.py

É o mesmo que fizemos no prompt do Python, a diferença é que agora ele executa os comandos escritos no arquivo de texto ao invés de ir perguntando. Os "\n" que coloquei também fizeram efeito, veja que ele pulou as linhas que pedi:

Podemos agora fazer algo usando uma instrução de tomada de decisão. Que tal perguntar a idade e com base nela decidir qual será a próxima frase do diálogo? Se o interlocutor responder que menos de 18 anos ele pode receber um "Beleza, tem aula hoje?" e se tiver mais de 18 recebe um "Ei, você não vai trabalhar hoje não?".

Para isso precisamos começar perguntando a idade. De volta ao nosso editor de textos acrescentamos ao que já tinhamos feito:

idade = input("Quantos anos você tem? ")

Veja que mudamos o "raw_input" para apenas "input". A diferença entre os dois é que o raw_input pode ser qualquer tipo de dados (letras, números, binários), enquanto o "input" serve para armazenar números.

Agora chegamos à parte mais importante, que é fazer o programa descobrir se o número digitado é maior ou menor que 18 e depois decidir qual frase deve escrever. Para isso vamos usar a instrução "if" (se) que tem sua companheira inseparável, a "elif" (então se). Funciona assim:

if idade < 18:
    print "Beleza, tem aula hoje?"
elif idade >= 18:
    print "Ei, você não vai trabalhar hoje não?"

Parece complicado à primeira vista, mas não é. O primeiro if verifica se o número é menor (<) que 18. Caso seja ele imprime o "Beleza, tem aula hoje?" e o programa acaba.

Caso o número seja maior que 18, então o primeiro if não faz nada e ele passa para o elif que vai verificar se o número é maior ou igual (>=) a 18. Caso seja ele imprime a frase "Ei, você não vai trabalhar hoje não?". Veja que eu aproveitei pra colocar mais quebras de linha:

Rodando o programa temos:

Como vimos, o Python pode trabalhar com expressões aritméticas, usando números e os operadores:

+ (mais)
- (menos)
* (multiplicação)
/ (divisão)
== (igual a)
!= (diferente de)
> (maior que)
>= (maior ou igual a)
< (menor que)
<= (menor ou igual a)
** (exponenciação, elevado à)

Podemos usa-los para resolver aquele problema clássico de tirar a média das notas do aluno e dizer se ele passou de ano. Digamos que sejam 4 provas e a média para passar seja 7. Precisaiamos perguntar as notas das quatro provas, tirar a média e depois usar o if e o elif para descobrir se a média é maior ou menor que 7.

O programa poderia ficar assim:

aluno = raw_input("\n Qual o nome do aluno? ")
prova1 = input("\n Nota da primeira prova: ")
prova2 = input("\n Nota da segunda prova: ")
prova3 = input("\n Nota da terceira prova: ")
prova4 = input("\n Nota da quarta prova: ")

media = (prova1 + prova2 + prova3 + prova4) / 4

if media < 7:
    print "\n Média", media, ". Que vergonha", aluno, ". Levou bomba de novo!"
elif media >=7:
    print "\n Média", media, ".", aluno, "passou. Parabéns!"

Sem surpresas, funciona como esperado :-)

Imagine agora que você não queria saber apenas a média de um aluno, mas da sala inteira. Você precisaria que o programa ficasse perguntando as notas de todos os alunos, um por vez e depois desse a média geral.

Para isso precisamos usar a instrução "while" (enquanto) que repete uma seqüência de instruções até que uma condição seja atingida. Podemos começar o programa perguntando o número de alunos na sala e criar uma variável "contagem" com o valor zero. Cada vez que são fornecidas as notas de um aluno, a varíavel "contagem" aumenta em 1. quando ela chegar ao número de alunos da sala sabemos que todos foram contados. O programa ficaria assim:

alunos = input("\n Quantos alunos esta sala tem? ")
contagem = 0
total = 0

while contagem < alunos:
    contagem = contagem + 1
    print "\n Notas do aluno ", contagem
    prova1 = input(" Nota da primeira prova: ")
    prova2 = input(" Nota da segunda prova: ")
    prova3 = input(" Nota da terceira prova: ")
    prova4 = input(" Nota da quarta prova: ")
    total = total + prova1 + prova2 + prova3 + prova4

media = total / alunos / 4
print "\n\n A média geral da sala é ", media, "\n\n"

Este já ficou um pouco mais complexo que o anterior. Temos três novas variáveis. A variável "alunos" armazena o número de alunos da sala. A variável "contagem" começa com zero mais vai aumentando em 1 a cada vez que o programa roda. O while vai perguntando as notas e vai somando tudo na variável total. Quando finalmente o número de alunos é atingido, vamos para a parte final do programa, onde a média é calculada e escrita na tela.

Ao ser executado o programa primeiro pergunta o número de alunos da sala e depois vai perguntando as notas de cada prova até chegar ao resultado.

O Python reconhece a parte do texto que pertence ao while pela indentação do texto. Quando acaba a indentação, acaba o while. Para indentar uma linha basta pressionar espaço quatro vezes. Existem alguns editores, como o kwrite e o kate que possuem botões para indentar blocos de texto.

Para terminar, podemos fazer aquele joguinho de adivinhar a idade. O programa vai perguntando idade e dizendo se é mais alta ou mais baixa até o interlocutor acertar.

Para isso precisamos de apenas duas variáveis. Uma variável "numero" vai armazenar a idade e o outro vai armazenar o número digitado. O programa vai rodando enquanto os dois forem diferentes. Para incrementar um pouco, coloquei também uma variável "tentativas" que armazena o número de chutes errados:

numero = 37
chute = 0
tentativas = 0

print "\n Tente adivinhar a idade da Maria"

while chute != numero:
    chute = input("\n Chute uma idade: ")
    tentativas = tentativas + 1
    if chute > numero :
        print " Ela não é tão velha assim. Você errou", tentativas, "vezes."
    elif chute < numero :
        print " Ela parece mais nova do que é... Você errou", tentativas, "vezes"

print "\n Ufa! Achei que não ia acertar nunca, se fosse jogador de futebol tava jogando no Palmeiras. \n"

Pra passar o tempo:

Bom, apenas escrever coisas na tela é fácil, você nem precisa de uma linguagem de programação para fazer isso. A maioria dos aplicativos precisa abrir e salvar arquivos. Isto é feito através das funções "open", "read", "write", "read" e "close" que funcionam de forma muito parecidas com as funções de um editor de textos. Você primeiro abre o arquivo, em seguida lê ou escreve alguma coisa e finalmente você fecha e parte para o próximo.

O programinha abaixo contém um exemplo bem simples de como isto pode ser usado:

arquivo = open("teste.txt","w")
arquivo.write("\n O rato roeu a roupa do rei de Roma\n")
arquivo.close()

ler = open("teste.txt","r")
texto = ler.read()
ler.close() print texto,

Este programinha parece com aquele do Olá, ele não pergunta nada, apenas escreve a frase "O rato roeu a roupa do rei de Roma". A diferença é que agora ele escreve a frese no arquivo teste.txt (criado na mesma pasta aonde estiver o programa) e depois a lê a partir deste arquivo antes de mostrar na tela. Abrindo o gerenciador de dispositivos você pode ver que o arquivo realmente está lá:

A primeira linha "arquivo = open("teste.txt","w")" abre o arquivo teste.txt (ou o cria caso ele não exista) para escrita ("w"). O arquivo é carregado na variável "arquivo". A partir daí escrevemos coisas na variável arquivo e elas são escritas no arquivo real. É o que fazemos na segunda linha (arquivo.write("\n O rato roeu a roupa do rei de Roma\n Isso vai para o arquivo teste.txt ;p\n")), usando a função write. Em seguida fechamos o arquivo.

A segunda parte do programa abre novamente o arquivo, desta vez para leitura ("r") e o armazena na variável "ler". O conteúdo do arquivo é então armazenado numa outra variável chamada "texto" e o arquivo real é fechado. Terminando, escrevemos a varíavel texto na tela para mostrar que o arquivo foi escrito corretamente.


Como viu, o Python é uma linguagem bastante simples de usar. Este texto foi apenas uma breve introdução, "just for fun", mas você pode estudar mais e começar a fazer coisas mais sérias usando a linguagem.

Você pode encontrar uma série de tutorais, do nível básico ao avançado no site oficial: http://www.python.org/doc/

Existem alguns tutoriais em Português, que podem ser encontrados neste outro link: http://www.python.org/doc/NonEnglish.html#portuguese




:. Imprima este Texto

Encontrou alguma informação incorreta ou algum erro de revisão no texto?
Escreva para mim: morimoto em guiadohardware.net



  © 1999 - 2004 :. Todos os direitos reservados :.
Melhor visualizado em qualquer browser. Você escolhe o que usar, não nós :-)
"The box said: Requires MS Windows or better, so I instaled Linux"