:. Indique este site a um amigo...
 3240123 visitas desde 28/02/1999  |  Responsável: Carlos E. Morimoto
 :. Novo na área?! Leia nosso tutorial: Hardware para Iniciantes

Seções
Artigos :. Processadores Quânticos
Relacionados

+ HOME
   :. Análises
   :. Artigos
   :. Cursos Online
       :. Hardware
       :. Redes
       :. Linux (foca)
       :. Gravação CDs
       :. Notebooks
       :. Setup
   :. Livros
      
:. Entendendo e
    Dominando o Linux 4.Ed
   :. Arquivo DDD
   :. Dicionário
   :. FAQ
   :. Notícias
   :. Dicas Linux
   :. Overclock
   :. Tutoriais

+ Publicações
   :. CD GDH
   :. CDs Mandrake
   :. CDs do Linux
   :. E-Books

+ Kurumin Linux

+ Outros
   :. Fórum
   :. Humor
   :. Palm
   :. Quiz

+ Pesquisar no site:

+ Expediente

+ Comente esta
   Matéria

Dúvidas sobre
Linux?
Baixe o E-book
Entendendo e Dominando o Linux
de Carlos E. Morimoto
ou increva-se no
Curso de Linux
em SP


Invista em
conhecimento:
:.CD-ROM Guia do Hardware: Todos os e-books e uma cópia off-line de todo o site por R$ 21,00
:.Linux Mandrake 9.0 GDH, com manual em Português e aplicativos. 4 CDs por R$ 24,00
:. E-Books de Carlos E. Morimoto:
Manual de Hardware Completo 3ed.
Redes 3ed
Upgrade e Manutenção
Novas tecnologias 3Ed
Entendendo e Dominando o Linux
Dicionário Técnico de Informática. R$ 8,00

:. CDs do Linux:
Slackware 8.1 R$ 8,00
Red Hat 8.0 R$ 16,00
DemoLinux 3.0 R$ 8,00
Knoppix R$ 8,00
Peanut 9.1 R$ 8,00
FreeBSD R$ 20,00
NetBSD R$ 16,00
Libranet R$ 8,00
Debian 3.0 R$ 35,00
Definity R$ 8,00
E outras distribuições

 

Dicas do dia : Receba as atualizações do Guia do Hardware todos os dias, direto no seu e-mail. Clique aqui para se inscrever.
 

Data: Setembro de 2000  :. Em Reformulação!
Tipo:

Processadores

Fabricante: Não se Aplica
Por: Carlos. E. Morimoto
   

 

   Vem ai os Processadores Quânticos

Até onde os processadores podem avançar? Nas três últimas décadas, desde o aparecimento do Intel 4004, o primeiro microprocessador do mundo, tivemos um aumento absurdo na velocidade de processamento. Para se ter uma idéia, o i8088, o processador usado no XT, lançado em 79, tinha um poder de processamento estimado em apenas 0.25 megaflop. Um Pentium 100 já processa 200 megaflops, enquanto um Athlon de 1.1 GHz processa quase 10 gigaflops, 40 mil vezes mais rápido que o 8088.

O problema é que todos os processadores atuais tem uma limitação em comum, são compostos por transístores. A solução para produzir chips cada vez mais rápidos tem sido diminuir cada vez mais o tamanho dos transístores que os compõe. Os primeiros transístores, que surgiram na década de 60, eram mais ou menos do tamanho da cabeça de um fósforo, enquanto os atuais medem apenas 0.18 mícron (1 mícron = 0.001 milímetro). Porém, estamos nos aproximando dos limites físicos da matéria, existe um consenso entre os especialistas da área que dificilmente se conseguirá superar a barreira dos 0.13 mícron, ou seja, dentro de 4 ou 5 anos os processadores atuais terão atingido o limite de sua evolução. Para continuarem avançando, será preciso abandonar o uso de transístores e partir para alguma estrutura mais eficiente.

O campo mais promissor atualmente é o dos processadores Quânticos. Ao invés de usar transístores, estes processadores utilizam átomos para processar informações. Os elétrons que circundam o núcleo atômico podem girar tanto no sentido horário quanto no sentido anti-horário, senvindo muito bem como substituto de um transístor. Mais do que isso, usando técnicas mais avançadas pode ser que um mesmo átomo possa processar vários bits simultaneamente. Considerando o tamanho de um átomo, e as possibilidades da nova tecnologia, temos possibilidades de evolução praticamente ilimitadas.

A IBM anunciou seu primeiro chip Quântico este ano, na 12º Conferência anual na universidade de Palo Alto. Ainda é um projeto bastante rudimentar, possui apenas 5 qubits, trabalha a apenas 215 Hz, e necessita de um aparato gigantesco de equipamentos para funcionar, mas já mostra que é realmente possível produzir processadores Quânticos.

Praticamente todos os grandes fabricantes de chips vem fazendo pesquisas nesta área, ainda existem muitos problemas a se resolver, mas a área é bastante promissora. Provavelmente teremos dentro de duas ou três décadas processadores bilhões de vezes mais poderosos que os atuais, que não consumam praticamente nenhuma eletricidade e sejam muito menores que a ponta de um alfinete.

 

© 1999 - 2002 :. Todos os direitos reservados :. Carlos E. Morimoto
Melhor visualizado em qualquer browser. Você escolhe o que usar, não nós :-)