:. Indique este site a um amigo...
 3261220 visitas desde 28/02/1999  |  Responsável: Carlos E. Morimoto
 :. Novo na área?! Leia nosso tutorial: Hardware para Iniciantes

Seções

Artigos :. Transístor de 0.002 mícron

Relacionados

+ HOME
   :. Análises
   :. Artigos
   :. Cursos Online
       :. Hardware
       :. Redes
       :. Linux (foca)
       :. Gravação CDs
       :. Notebooks
       :. Setup
   :. Livros
      
:. Entendendo e
    Dominando o Linux 4.Ed
   :. Arquivo DDD
   :. Dicionário
   :. FAQ
   :. Notícias
   :. Dicas Linux
   :. Overclock
   :. Tutoriais

+ Publicações
   :. CD GDH
   :. CDs Mandrake
   :. CDs do Linux
   :. E-Books

+ Kurumin Linux

+ Outros
   :. Fórum
   :. Humor
   :. Palm
   :. Quiz

+ Pesquisar no site:

+ Expediente

+ Comente esta
   Matéria

Dúvidas sobre
Linux?
Baixe o E-book
Entendendo e Dominando o Linux
de Carlos E. Morimoto
ou increva-se no
Curso de Linux
em SP


Invista em
conhecimento:
:.CD-ROM Guia do Hardware: Todos os e-books e uma cópia off-line de todo o site por R$ 21,00
:.Linux Mandrake 9.0 GDH, com manual em Português e aplicativos. 4 CDs por R$ 24,00
:. E-Books de Carlos E. Morimoto:
Manual de Hardware Completo 3ed.
Redes 3ed
Upgrade e Manutenção
Novas tecnologias 3Ed
Entendendo e Dominando o Linux
Dicionário Técnico de Informática. R$ 8,00

:. CDs do Linux:
Slackware 8.1 R$ 8,00
Red Hat 8.0 R$ 16,00
DemoLinux 3.0 R$ 8,00
Knoppix R$ 8,00
Peanut 9.1 R$ 8,00
FreeBSD R$ 20,00
NetBSD R$ 16,00
Libranet R$ 8,00
Debian 3.0 R$ 35,00
Definity R$ 8,00
E outras distribuições

 

Dicas do dia : Receba as atualizações do Guia do Hardware todos os dias, direto no seu e-mail. Clique aqui para se inscrever.
 

Data:

19.10.2001

 :. Em Reformulação!
Tipo: Informações
Fabricante: Não se Aplica
Fonte: - x -
     

 

   Carbono e simplicidade para criar um transístor de 0.002 mícron

O Bell Labs tem uma bela tradição no ramo dos semicondutores, até por que, foram os pesquisadores do laboratório que inventaram o transístor, em 1947.

Agora, uma nova descoberta soma-se às tecnologias - como os nanotubos e os computadores quânticos - na lista das que podem, no futuro, substituir os transístores de silício.

A chave de tudo é o uso de um semicondutor orgânico, chamado thiols entre dois eletrodos. Ao contrário de um transístor convencional, onde são necessárias várias máscaras de litografia diferentes, o transístor do Bell Labs segue um conceito radicalmente diferente que prima pela simplicidade.

Depois de criar o primeiro eletrodo, é depositada uma camada extremamente fina de thiols e em seguida depositada uma nova camada de metal que forma o segundo eletrodo. Este design em escada permitiu miniaturizar ainda mais a criação, chegando a apenas 0.002 mícron, contra 0.02 mícron do transístor divulgado pela Intel há alguns meses, que até então era o menor do mundo e anos-luz distante dos usados nos processadores atuais, que estão nos 0.13 mícron.



Diagrama divulgado pela equipe do Bell Labs


A camada entre os dois eletrodos é tão fina que tem apenas uma única molécula de espessura.

Apesar deste modelo experimental ter funcionado, a tecnologia ainda está muito distante do mercado. Apesar de ser uma idéia extremamente promissora, ninguém pode dizer com certeza quando tudo estará pronto para começarem a produzir processadores, nem garantir que isso realmente vá acontecer.

Sem dúvida, os computadores ainda têm muito o que evoluir. Por mais cético que você possa ser com relação ao nível de minuaturização que pode ser alcançado, com tantas tecnologias diferentes é muito difícil imaginar que nenhuma possa realmente chegar a substituir o silício e permitir a criação de transístores muito menores. Lembre-se que, desde a década de 70, os fabricantes usam o mesmo material e a mesma idéia básica para construir processadores. Por mais que os fabricantes já tenham evoluído, é muito difícil imaginar que não exista nenhum meio mais eficiente para produzir transístores ou estruturas que possam substituí-los.

Mesmo no ramo dos computadores quânticos, que prometem ser a fronteira final, ainda existe muito a se descobrir.


Carlos E. Morimoto

Versão para imprimir

 

© 1999 - 2002 :. Todos os direitos reservados :. Carlos E. Morimoto
Melhor visualizado em qualquer browser. Você escolhe o que usar, não nós :-)