Dica de hoje: 10 dicas para acelerar seu Windows
Por Daniel Becker Bighelini
http://www.tiraduvidas.hpg.com.br

1) Aumentando a velocidade de leitura de dados

        A opção Servidor do Rede faz com que o Windows faça uma leitura antecipada dos próximos blocos de setores no disco rígido, fazendo assim, que aumente a sua performance com discos rígidos.  Esta opção somente deve ser ligada caso o computador tenha 32 Mb ou mais de memória RAM.
        Dê um clique com o botão direito do mouse no ícone Meu computador e selecione Propriedades.  Na aba desempenho selecione Sistema de Arquivos.  Modifique a opção Computador Desktop para Servidor de rede.  Será solicitado que seja reiniciado.

2) Dimensionando a quantidade de memória

        A velocidade com que os aplicativos são executados no ambiente Windows está diretamente ligada à quantidade de memória RAM que o sistema tem disponível.  Já que, na maioria das vezes, essa memória se torna escassa, a Microsoft adotou então a criação de uma memória reserva armazenada em disco.  Essa memória reversa que na verdade é um arquivo de troca (Swap File) é bem mais lenta que a memória RAM, mas ficou sendo necessária.  Esse Swap File é um arquivo dinâmico que está sempre em constantes modificações em seu tamanho.  O leitura e gravação nessa memória virtual poderia ser feita com mais rapidez se o Swap File fosse configurado como um arquivo Estático.

3) Ganhando mais 1 Mb de memória

        Quase todos os CDROM's possuem uma memória básica de armazenamento interna, chamada buffer.  Esse buffer pode variar de 16 Kb à 2 Mb de memória, dependendo da marca e modelo.  Essa memória é utilizada para acelerar o desempenho na leitura de dados no CD. O único problema é que, dependendo da quantidade de memória presente no
CDROM, o equipamento pode encarecer muito, fazendo assim, com que os CDROM's tenham pouca ou nenhuma memória interna.  Sem uma memória reservada para uso do CDROM, seria impossível esse equipamento atingir altas velocidades de leitura.
        A partir daí, foi criado um outro método de buffer, que não necessita da memória do CDROM, e sim, de memória RAM.  Para CDROM's de velocidade quádrupla ou superior o Windows reserva 1.238 Kb de buffer armazenados em memória RAM.  O interessante é que o CDROM só necessita desse buffer de RAM quando são lidos grandes quantidades de dados e não, trilhas de áudio que também são dados.  Resumindo, se o usuário utiliza o CDROM na maioria das vezes
somente para ler CD's de áudio, valeria mais a pena, reservar esse 1 Mb perdido de memória para buffers para uso de outros aplicativos.
        Para isso, dê um clique com o botão direito do mouse no ícone Meu computador e selecione Propriedades.  Na aba desempenho selecione Sistema de Arquivos.  E na aba CDROM diminua o valor do cache suplementar e defina o padrão de acesso para Sem leitura para frente.

4) Acelerando a entrada do Windows (Parte 01)

        Toda vez que o Windows inicia são criados arquivos Log onde são gravadas todas ocorrências de sucesso e falha de todos os dispositivos que foram carregados.  Estes arquivos tem o nome de Bootlog.txt e Bootlog.prv.  Esse monitoramento causa um atraso na entrada do Windows, pois não é sempre que o usuário necessita saber o que aconteceu com o processo de iniciar o computador.
        Este log pode ser desabilitado através de uma modificação no arquivo Msdos.sys.  Para isso, inclua no arquivo na seção Options a opção DisableLog=1.  Note que esse arquivo está com a atribuição de Somente leitura (Read Only), e para que seja feita qualquer modificação deve-se retirar essa atribuição.
        Outra maneira de acelerar ainda mais a entrada do Windows é ocultar a tela de abertura exibida toda vez que o Windows inicia.  Para isso, inclua no arquivo Msdos.sys, na seção Options, a opção Logo=0.

5) Acelerando a entrada do Windows (Parte 02)

        Quando o Windows inicia, automaticamente todos os atalhos de programas que estiverem na pasta Iniciar são executados.  Inclusive, para quem possui o Office 97, são incluidos dois arquivos nessa pasta chamados Inicialização do Office (que carrega bibliotecas shared do pacote Office) e Localização Acelerada (que acelera a procura de sequências de texto dentro de documentos Office).
        Mas já que hoje em dia os processadores estão bem mais rápidos, esses aplicativos se tornam desnecessários na execução da pasta iniciar.  Para removê-los, dê um clique com o botão direito do mouse no botão Iniciar e selecione Abrir.  Na pasta Programas, localize a pasta Iniciar e remova esses dois arquivos. A remoção desses arquivos resultará também em um consumo menor de memória RAM (quase 2 Mb).

6) Aumente o desempenho geral do Windows

        Na maioria das vezes que o Windows é instalado em um computador, esse processo não é bem feito.  Existem alguns dispositivos que não são devidamente configurados.  Dentre eles, destacam-se: Controladores de disco rígido, Dispositivos de sistema e Adaptador de vídeo.
        Para quem tem instalado o Windows 95, deve-se observar que, não é oferecido suporte a discos rígidos UDMA sem os drivers específicos do fabricante.  Isto é, se você possui um disco rígido UDMA e em seu Controladores de disco rígido, estão sendo listados drivers genéricos do Windows, seu disco rígido nunca atingirá o máximo desempenho.  Para resolver isso, instale os drivers de Bus Mastering do disco de instalação de sua placa mãe.
        O mesmo acontece com os circuitos de apoio listados na guia Dispositivos de sistema.  Dependendo da placa mãe utilizada, o Windows instala drivers genéricos para o chipset,  fazendo assim com que os recursos da placa mãe não sejam devidamente utilizados, resultando em um queda de desempenho. O drivers da placa mãe encontram-se no CD de instalação do fabricante ou podendo ser encontrados na Internet.
        A Microsoft nunca foi muito boa em desenvolver drivers de periféricos instalados no Windows.  Dizem os fabricantes de placa de vídeo que esta, poderá atingir um desempenho 10% maior caso sejam instalados drivers fornecidos por eles e não os drivers nativos do Windows. Isto é, se na instalação do Windows não foi solicitado o driver da placa de vídeo, está instalado driver desenvolvido pela Microsoft.

7) Aumente o desempenho em jogos

        Para obter o melhor desempenho em jogos, adquira o programa Directx que atualmente está na versão 7.0a e é o acelerador de jogos do Windows.

8) Gerencie melhor sua memória

        É comum encontrar em diversos computadores, drivers de CDROM e mouse sendo carregados duplamente no MS-DOS e Windows através do arquivo Config.sys.  Em alguns casos isso faz com que hajam incompatibilidades com esses dispositivos além de ser consumido mais memória do sistema.

9) Otimizando o arquivo Autoexec.bat

        É comum encontrar em um arquivo Autoexec.bat o que é mostrado abaixo:

@echo off
mscdex /d:mscd0001
doskey
mode con codepage prepare=((850) c:\windows\command\ega.cpi)
mode con codepage select=850
keyb po,,c:\windows\command\keyboard.sys
set blaster=A220 I5 D1 T4
set dircmd=/og

        Enquanto que o mais correto é que fosse incluido antes do comando a sua localização.  Isto é, em vez de simplesmente colocar o comando "doskey", digitar "c:\windows\command\doskey".  Todas as variáveis atribuídas pelo comando SET devem ser colocadas no início do arquivo e não no final.  Isso fará com que seu Autoexec.bat seja executado com mais rapidez.

10) Fazendo a manutenção

        A cada seis meses seria aconselhável que o usuário fizesse a manutenção de seu disco rígido, isto é, deve ser feito uma verificação de disco com o programa Scandisk e uma defragmentação de disco com o programa Defrag.  Isso faz com que o sistema esteja menos propenso a erros em disco e os arquivos sejam acessados com maior rapidez.