Dica: Dicas para otimizar o Windows 2000 Professional
Por Carlos E. Morimoto
http://www.guiadohardware.net

        As configurações defaut do Windows 2000 Professional deixam um grande espaço para otimizações. Seguindo as dicas a seguir, o W2K pode apresentar um desempenho aceitável até mesmo num Pentium 133 com 64 MB de memória, e literalmente "voar" num PC mais parrudo. Num Pentium II com 128 MB de memória, um Windows 2000 Prof. bem configurado irá apresentar um desempenho ao trabalhar com vários aplicativos abertos, superior ao obtido com o Windows 98. Vamos às dicas:

:. Desabilite os serviços desnecessários

        Esta configuração deve ser feita apenas por usuários mais experientes, pois, desabilitar os serviços errados, pode causar vários efeitos colaterais, como por exemplo impedir que você se conecte à Internet, acesse a rede ou use a impressora. Claro que de qualquer modo bastará habilitar novamente o serviço para que tudo volte ao normal, desde que você se lembre do que havia desabilitado.
        Desabilitando serviços desnecessários, você poderá liberar alguns megabytes preciosos de memória, úteis sobretudo em micros que tem apenas 64 MB de memória.
        Ok, começando do princípio, os serviços são aplicativos que rodam em segundo plano, ficam carregados como se fossem partes do sistema. Alguns programas, como por exemplo o Norton Unerase ficam habilitados como serviços, é por isso que você não consegue desativa-los removendo-os do menu iniciar/iniciar, ou através do registro.
        Para ver uma lista de todos os serviços que estão instalados, basta acessar o Painel de controle / Ferramentas administrativas / Serviços.
        Em termos de navegação não existe muito segredo, na coluna da esquerda estão os nomes dos serviços, ao lado está uma breve descrição da sua função, a seguir está a coluna de status, que mostra quais serviços estão iniciados, e quais estão desativados. A última coluna, "tipo de inicialização", pode ter três valores, "automático", indicando que o serviço será inicializado junto com o Windows, Desativado, ou "Manual", quando o serviço ficará desativado até que seja ativado manualmente.
        Para alterar o modo de inicialização dos serviços, basta dar um duplo click sobre o desejado. Isto abrirá uma nova janela.
        Na abra principal você poderá alterar o modo de inicialização, ou mesmo desativar o serviço, caso ache que não vá precisar dele. Uma dica é que não é preciso reiniciar o micro ao desativar algum serviço, você pode simplesmente fechar a janela e verificar se algo deixou de funcionar.
        Vale à pena dar uma olhada na aba "dependências", que mostra se algum outro serviço dependente deste para ser executado, ou se este depende de algum outro. Aqui vai uma lista de alguns serviços que podem ser desabilitados, dependendo do uso do micro:

:. Log de eventos:
Gera uma lista de eventos de sistema, com mensagens de erro geradas e outros avisos emitidos pelos aplicativos que pode ser consultado através do "Visualizar eventos" do Painel de controle / Ferramentas administrativas. Pode ser útil a gerenciadores de rede, ou para usuários avançados, mas pode ser desabilitado caso você não pretenda usa-lo.

:. Serviço de registro remoto:
Permite manipular o registro do Windows remotamente. Desabilite a menos que seu PC seja gerenciado remotamente pelo administrador de rede da empresa ou algo parecido.

:. Notificação de eventos de sistema:
Armazena informações sobre eventos de sistema como login, etc. A menos que você utilize um no-break inteligente (ligado a uma porta serial, que desliga o micro e envia alertas ao faltar energia) ou outros dispositivos semelhantes, este serviço pode ser desativado.

:. Serviço Auxiliar NetBIOS TCP/IP:
Este serviço oferece suporte a NetBIOS via TCP/IP. Mantenha este serviço desativado a menos que você esteja conectado a uma rede local que utilize este recurso (raro atualmente). Este serviço habilitado expõe uma das brechas de segurança do Windows 2000.

:. Gerenciador de discos lógicos:
Monitora o gerenciamento de discos lógicos. Deixe em "Manual" para este serviço ser habilitado apenas quando necessário.

:. Mensageiro:
Permite enviar mensagens pop-up para outros micros da rede local. Desative se você não estiver conectado à uma rede local ou caso não use este recurso. Consome 300 KB de memória.

:. Norton Unerase:
Esta é a proteção de arquivos que é instalada automaticamente junto com o Norton para Windows 2000. Desativar este serviço irá desabilitar a proteção de arquivos do Norton, tornando o sistema mais rápido e liberando espaço no HD.

:. Servidor:
Este serviço é necessário para ativar o compartilhamento de arquivos e impressoras através de redes. Entretanto, caso seu PC não esteja ligado em rede, apenas seja usado para acessar a Internet, você poderá desativar este serviço. Além de deixar o micro um pouco mais leve, melhorará a segurança.

:. Spooler de Impressão:
Você pode desativar este serviço caso não tenha nenhuma impressora instalada, liberando 3.5 MB de memória RAM.

:. Serviço Run As:
Este serviço permite rodar aplicativos instalados por outros usuários. É desnecessário caso você seja o único usuário do micro. Ele ocupa cerca de 250 KB de memória, pouca coisa de qualquer forma.

:. Armazenamento protegido:
O Windows 2000 oferece um recurso de criptografia de pastas, que impede que outros usuários acessem os arquivos previamente criptografados. Para criptografar uma pasta clique com o botão direito sobre ela, acessa "propriedades" e em seguida "avançadas", marque a opção "criptografar conteúdo". Caso você não pretenda utilizar este recurso, pode desabilitar este serviço para livrar 150 KB de memória.

:. Desabilite os efeitos visuais

        Assim como o Windows 98 e o ME, o Win 2000 por defaut mantém habilitados vários efeitos visuais, que além do gosto questionável, são mais um fardo a ser carregado pelo sistema. Se a idéia é desempenho a mais e perfumaria de menos, o melhor é desabilita-los. Para isso, abra o Painel de Controle/Opções de Pasta.
        Escolha as opções: Usar área de trabalho clássica do Windows; Usar pastas clássicas do Windows; abrir cada pasta em sua própria janela (esta opção não tem um impacto muito significativo no desempenho, você pode manter o valor defaut se preferir) e Clicar duas vezes para abrir um item (escolhendo abrir os itens com apenas um click o Active desktop também ficará ativo).
        A seguir, acesse o menu de configuração de vídeo, ainda no painel de controle. Na guia "Web" desmarque a opção de exibir como página Web (este é o infame Active desktop), juntamente com todas as opções da Guia "Efeitos".
        Com isto você terá uma interface mais parecida com a do Windows 95, e quase tão leve quanto ela. Você também poderá utilizar o tweakUI para desabilitar estas e mais algumas opções. O programinha pode ser baixado aqui:

http://guiadohardware.tcinet.com.br/download/tweak.zip

        Para instala-lo, clique com o botão direito sobre o arquivo "tweakui.inf" e em seguida sobre "instalar". Ele ficará acessível através do painel de controle.
        Outra coisa que pode ser desabilitada para melhorar mais um pouco o desempenho são os efeitos sonoros do sistema. Para isso basta acessar o Painel de Controle / Sons e multimídia e configurar a opção esquema como "Sem Som". Nada como um Windows silencioso e rápido :-)

:. Instale só o necessário

        Esta dica vale para qualquer sistema operacional, o Windows 2000 não é excessão. Faça o possível para manter instalados apenas os programas que irá utilizar. Qualquer programa instalado, principalmente programas mais complexos, como o Office, Corel, Auto CAD, etc. tornam o sistema mais pesado, mesmo que não estejam abertos.
        O motivo é simples, ao instalar o programa, são instalados novos arquivos DLL, são adicionadas chaves no registro, fontes, etc. mesmo que o programa esteja fechado, parte destes arquivos serão carregados pelo Windows, consumindo recursos preciosos. Isso sem falar que muitos programas deixam aplicativos residentes, que passam a ser inicializados juntos com o Windows.
        Manter instalados apenas os aplicativos de que precisa, irá contribuir bastante para o desempenho do sistema.

:. Registro

        Apesar de não fazerem milagre, existem duas opções no registro que podem ser habilitadas para melhorar mais um pouco o desempenho do sistema:

:. DisableExecutivePaging:
        A primeira opção diz respeito à memória virtual. Mesmo que você tenha memória RAM de sobra, o Windows continuará usando o arquivo de troca no disco rígido para armazenar alguns componentes do sistema, que, presume-se, não são usados muito freqüentemente. Ou seja, mesmo que você tenha 512 MB de RAM, o Windows continuará usando memória virtual.
        Para desabilitar isto, fazendo com que o Windows use memória virtual apenas quando a memória RAM se esgote, abra o Regedit (iniciar/executar/regedit) e acesse a pasta:
HKEY_LOCAL_MACHINE\System\CurrentControlSet\Control\Session Manager\Memory Management
        Abra a chave "DisablePagingExecutive" e mude o valor de 0 para 1. É recomendável ativar esta opção apenas caso você tenha 128 MB ou mais, caso contrário o desempenho poderá cair ao invés de aumentar.

:. LargeSystemCache:
        Ao contrário da primeira opção, habilitar esta opção traz mais benefícios para quem tem pouca RAM. Esta chave se encontra na mesma pasta da anterior. Mude o valor de 0 para 1, isto habilitará o recurso, permitindo que o Windows altere dinamicamente o tamanho do cache de sistema na memória RAM Em micros com pouca memória isto irá liberar mais memória para os aplicativos, enquanto nos com RAM de sobra, irá melhorar a velocidade do sistema.

:. Desabilitar os programas que inicializam junto com o Windows:
Uma das principais dicas para melhorar o desempenho do sistema é desabilitar os programas que são inicializados junto com o Windows. Alguns são bem comportados e ficam na pasta iniciar/programas/iniciar, podem ser localizados e desabilitados facilmente, mas alguns sapecas se escondem no registro. Para encontra-los, basta abrir a pasta:
[HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\MICROSOFT\WINDOWS\CURRENTVERSION\RUN]
        Para desativar os programas indesejados, basta deletar as chaves correspondentes. Por segurança, é recomendável exportar as chaves a serem deletadas, apenas um backup para o caso de algum erro.